Entrevista sobre Ayurveda, para a revista Elle, com dr. Aderson Moreira da Rocha

Entrevista sobre Ayurveda, para a revista Elle, com dr. Aderson Moreira da Rocha
1- Como definir o sistema ayurvédico em poucas palavras?
R: O Ayurveda é uma filosofia médica oriental que aborda as pessoas dentro de uma racionalidade. A abordagem terapeutica depende de uma leitura do desequilibrio do indivíduo. O diagnóstico, realizado atraves da historia e exame físico, é proveniente de um disturbios das qualidades dos Doshas ou humores biológicos: Vata ( éter e ar), Pitta ( fogo e água) e Kapha ( água e terra). Vata é frio, seco e leve, Pitta é médio, quente e um pouco oleoso e Kapha é pesado, frio e oleoso. Estes humores se desequilibram levando as desarmonias psico-físicas.

2- Em nossa realidade imediatista, baseada na imagem e na performance acima de tudo, a medicina ayurvédica parece incompatível. Como ela sobreviveu ao longo dos anos? E o que explica sua retomada nos dias de hoje?
R: Existe um insatisfação com a medicina ocidental, cartesiana, reducionista e sintomática. Cada vez mais as ´pessoas procuram uma medicina mais humana e que busque a causa do adoecimento. O Ayurveda não trata as doenças mas sim as pessoas. Esta é uma importante mudança de paradigma pois acredita-se que a desarmonia psico-fícica do ser humano é a causa primordial das doenças físicas e mentais. Na visaõ ayurvedica este desequilibrio relaciona-se com os Doshas e suas qualidades em desarmonia.
3- No consultório, você percebe um interesse cada vez maior? Há algum percentual de comparação do aumento do número e da frequência dos pacientes nos últimos anos?
R: Eu não tenho números no Brasil mas nos EUA gasta-se mais de um bilhao de dólares por ano com as medicinas não convencionais como a Medicina Chinesa e o Ayurveda. De uma forma geral observo os pacientes procupados com os efeitos adversos das drogas alopáticas e a super- especialização da mediicina. Eu recebo pacientes idosos tomando 10, 15 ou mais medicamentos. Eles tem em media 5 ou mais especialistas e cada um prescreve 2 a 3 remédios. Nos não sabemos o que esta interação pode causar de efeitos deletérios na fisiologia da pessoa. O Ayurveda tem uma proposta de uso de medicamentos naturais a base de plantas medicinais, com resultados benéficos e com muito menos efeitos colaterais
4- Quais as vantagens desse novo movimento do uso da medicina ayurvédica no mercado da beleza e na medicina ocidental?
R: O Ayurveda entende a pele como um reflexo do nosso interior e está relacionada ao nosso sangue. Para termos uma pele saudavel e bonita não basta os tratamentos externos mas é necessário uma mudança de dentro para fora. “A beleza começa de dentro” faz muito sentido para o Ayurveda
Uma boa digestão e uma alimentação saudável tambem se refletem na pele pois nesta filosofia médica oriental a saúde está relacionada com o Sistema digestório e com a dieta do ser humano.
5- Quais os conceitos da Ayurveda que a indústria cosmética tem absorvido e divulgado? Para que servem? E como atuam no organismo?
R: O Ayurveda tem muitas plantas medicinais que trazem benefícios para a pele e a industria está se utilizando destas ervas para criar cosméticos e sampoos naturais com atrativos para a população, principalmente feminina que está mais preocupada com estética. O Ayurveda não apresenta uma especialidade estética mas tem o Rasayana que é a terapia do rejuvenescimento, onde medicamentos são utilizados para promover a vitalidade e diminuir o processo natural de envelhecimento.
6- Quais os principais tratamentos e ingredientes naturais indicados para a pele de cada tipo de dosha?
R: O Ayurveda divide a pele em 3 tipos: Vata ( Seca e fria) onde o indicado é o óleo de gergelim, Pitta ( quente e oleosa) onde o indiocado é o óleo de coco e a Kapha ( oleosa e fria) onde o indicado é a massagem com pó de ervas ayurvedicas.
7- Para a Ayurveda, as doenças são sinais de desarmonia. Como a saúde reflete na pele da pessoa saudável, equilibrada consigo própria e com o Universo?
R: Uma pessoa saudável é aquela que tem os Doshas ( humores) em equlibrio, os Dhatus ( tecidos) com nutrição adequada, os malas ( excreçoes) eliminados adequadamente e apresenta uma alegria e satisfação na mente e espírito. A pele saudável tem uma vitalidade especial chamado no Ayurveda de Ojas ( vitalidade). Este Ojas é refletido pelo brilho especial da pele em pessoas com boa saúde.
8- A medicina ayurvédica é uma ferramenta eficaz para tratar as doenças contemporâneas, como depressão e estresse? Por quê? E como deve ser feito esse acompanhamento?
R: Temos que olhar o Ayurveda como um sistema que trata pessoas e não doenças do ponto de vista ocidental. Faz-se primeiro o diagnostico do desequilíbrio de Vata, Pitta e Kapha e depois trata-se esta desarmonia com métodos naturais: massagens, oleações, sudações, desintoxicações, dieta equilibrada, plantas medicinais, yoga e meditação.
9- Por que a automassagem e a oleação do corpo são procedimentos importantes à rotina?
R; As oleações são utilizadas em caso de Vata e Pitta e estes são os principais Doshas associados as doenças contemporaneas.
Uma oleação diária é excelente para os cabelos, neneficia a pele, previne o envelhecimento, alivia dores e promove a qualidade do sono.

10- Que outros rituais podemos adotar no dia a dia para trazer mais harmonia à pele, de acordo com os princípios ayurvédicos?
R: A dieta deve ser rica em alimentos da região e estação do ano que nós vivemos. Encontramos estes alimentos nas feiras organicas. O Yoga e a meditação auxiliam em manter uma pele jovem e saudável. Outro importante fator é a rotina diária de hábitos saudáveis como dormir cedo e acordar cedo. Em jejum tome um copo de água cheio com 5 a 10 gotas de limão pois ajuda na desintoxicação do corpo. Outra recomendação é um dia por semana ou de 15 em 15 dias fazer uma desintoxicação, ou seja, evite alimentos de origem animal e use muitas frutas, verduras e legumes como forma de limpeza do corpo físico.

Aderson Moreira da Rocha
Aderson Moreira da Rocha
Médico de família, reumatologista, acupunturista e especialista em Ayurveda pelo Arya Vaidya Phramacy, tradicional escola de Ayurveda do sul da Índia. Mestre e doutor em Saúde Coletiva pelo Instituto de Medicina Social da UERJ, presidente da Associação Brasileira de Ayurveda e autor do livro “ A Tradição do Ayurveda” pela editora Águia Dourada.
Recent Posts