A beleza que se vê e a beleza que se sente

Um ponto fundamental do Ayurveda é que tudo está interrelacionado.
Nada é separado no Universo ou no corpo humano. Outro ponto fundamental é que o aspecto externo do corpo humano reflete o seu ambiente interno. Apesar da interrelação, cada item é também único; cada parte contribuindo com uma qualidade especial para o todo, assim como uma célula no estômago ou uma estrela no céu. Este conceito de individualidade é básico no sistema ayurvédico. A compreensão de como nosso corpo e mente funcionam é libertadora: nos deixa livres do estereótipo social, dos condicionamentos, dos preconceitos e julgamentos que temos a respeito de nós mesmos e também dos outros. Assim, quando falamos de beleza no contexto ayurvédico estamos falando desta união entre o externo e o interno. No Ocidente a beleza é apenas a perfeição do que é visualmente percebido, o que abrange o contorno do corpo, a textura da pele, a qualidade do cabelo e das unhas; no Ayurveda também são incluídos a graça da postura, a delicadeza dos movimentos, as qualidades sutis de frescor e vitalidade, além do magnetismo pessoal. Isso demonstra que o Ayurveda sempre entendeu a beleza como um produto da saúde física geral e do adequado cuidado diário do organismo. A ênfase que o Ayurveda dá ao auto-conhecimento e ao desenvolvimento de uma rotina de hábitos diários positivos e coerentes literalmente fazem aflorar o que há de melhor em nós. Nesta linha, envelhecimento ocorreria com força e vitalidade, conferindo uma nova dimensão à beleza, uma beleza nascida da experiência de vida.

O conceito de cuidado de beleza é especialmente seguido e valorizado pelas mulheres. Existe uma lista infindável de cremes, ceras e loções que prometem fazer verdadeiros milagres pela nossa pele, pelo nosso corpo. A cosmetologia ayurvédica também é muito rica, mas o conceito de beleza segundo o Ayurveda tem uma dimensão muito maior.

Falando em termos gerais, os fatores que são responsáveis pela beleza de uma pessoa são: a dieta e estilo de vida (rotina diária), o efeito de condição geográfica e climática e a atmosfera social. A digestão perfeita, a assimilação de nossa comida e o bom funcionamento do intestino, com evacuações regulares, são essenciais para se manter saudável. Todos estes aspectos são responsáveis pela força e beleza de um indivíduo que é refletida pela pele viçosa, olhos luminosos, cabelos brilhantes, unhas fortes e lábios úmidos. Para ter uma boa digestão devemos estar atentos.
É fundamental selecionar bem o que se come, cuidar de seu preparo, mastigar bem e fazer as refeições em locais tranqüilos.

Os banhos de imersão também são uma excelente escolha para quem possui uma banheira em casa. Esta aqui é uma receitinha de banho para induzir o sono profundo: para cada 5 litros d´água  fervida colocar: 1 xícara de flores de camomila, 1 xícara de capim limão e 1 xícara de lavanda.

Manter estas plantas abafadas durante 30 minutos, coar e adicionar à água do banho. (o ideal é acrescentar mais 15 litros d´água pra cada 5 litros deste preparo). Para pessoas com muita secura
na pele, ansiosas e que não conseguem relaxar (constituição tipo Vata), pode-se adicionar também, já na banheira, algumas colheres de óleo de gergelim não tostado. Este óleo cria uma fina cobertura que nutre a pele e atenua estados de tensão, ajudando a promover um sono tranquilo e profundo.

No banho morno, há algumas combinações de óleos essenciais que podem ser utilizadas terapeuticamente. Para exaustão nervosa, por exemplo, aconselha-se adicionar à água do banho 2 gotas de alecrim, 4 gotas de gerânio e 4 gotas de lavanda.

O sistema médico do Ayurveda utiliza uma enorme variedade de preparações medicinais. Os métodos tradicionais mudam de acordo com a constituição do indivíduo, o tipo, o local e a força da
doença, idade, estado mental e vitalidade do indivíduo. Depois de considerados todos estes fatores o método de preparo e administração podem ser escolhidos: poderão ser sucos, raízes ou folhas de plantas maceradas, cataplasmas, máscaras, chás, etc. Tudo o que vem da Natureza tem valor medicinal, é só sabermos identificar com clareza o que está ou não em sintonia com nossa
necessidade.

O estilo de vida (rotina diária) também cumpre um papel importante. A rotina diária de uma pessoa começa quando ela acorda e termina ao se deitar para dormir ao final do dia. Algumas orientações sobre a rotina, de acordo com os textos antigos, seriam: levantar-se antes de amanhecer e adormecer junto com o por do sol, dar uma caminhada curta após as refeições, praticar Yogasanas (posturas físicas do Yoga) regularmente, meditar, cuidar da limpeza externa e interna do corpo, equilibrar horas de trabalho com horas de descanso, adotar uma dieta alimentar de acordo com nossa constituição. Logicamente devemos utilizar nosso bom senso: atualmente é impraticável acordar com o nascer do sol e dormir ao cair da noite, principalmente para as pessoas que vivem nas grandes cidades. Mas o intervalo existente entre o acordar e o dormir, este pode ser alterado em nosso próprio benefício. Devemos nos concentrar, tomar as rédeas de nossa saúde pois é algo que só nós podemos fazer…

Aderson Moreira da Rocha

Médico de família, reumatologista, acupunturista e especialista em Ayurveda pelo Arya Vaidya Phramacy, tradicional escola de Ayurveda do sul da Índia. Mestre e doutor em Saúde Coletiva pelo Instituto de Medicina Social da UERJ, presidente da Associação Brasileira de Ayurveda e autor do livro “ A Tradição do Ayurveda” pela editora Águia Dourada.

Últimos posts por Aderson Moreira da Rocha (exibir todos)

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *