A formação dos 5 grandes elementos ou pancha maha bhutas acontece da seguinte forma segundo a filosofia Samkhya:

Para entendermos o corpo físico devemos antes compreender os 5 grandes elementos, ou seja, os pancha (5), maha (grande) e bhutas (elementos).  Toda a matéria no universo é feita destes elementos: éter, ar, fogo, água e terra. Eles não são elementos como na nossa tabela periódica; mas estados da matéria. Éter é o espaço onde a matéria existe, ar representa o estado gasoso, fogo é o poder de mudança, água representa o estado líquido e terra a dimensão sólida das substâncias. (1)

No Ayurveda estes 5 elementos se unem para formar os humores biológicos ou Doshas: éter e ar formam o Dosha Vata, fogo e água juntam-se para gerar Pitta e água e terra se misturam e dão origem a Kapha. Os Doshas são expressões fisiológicas dos 5 elementos e suas características revelam seus elementos originais.  O Dosha Vata é leve, seco, frio, áspero, sútil e inicia os processos, movimentos e transformações. O Dosha Pitta é um pouco oleoso, agudo, quente, com odor forte, fluido e móvel, porem o Dosha Kapha é oleoso, frio, pesado, lento suave, pegajoso e estável. Estas propriedades, como citado anteriormente, nada mais são que expressões dos dois grandes elementos que formam cada um dos Doshas ou humores. (2)

Sobre os Doshas, o texto clássico Susruta Samhita, principal tratado de cirurgia ayurvédica, esclarece:

“Vata, Pitta e Kapha são os agentes causais da origem do corpo, no seu estado normal este corpo é suportado por eles, estão localizados respectivamente embaixo (abaixo do umbigo), no meio (entre o umbigo e o diafragma) e em cima (no tórax) e são semelhantes a uma casa com três pilares, por isto alguns dizem que são tristhuna (aquilo que se suporta em três pilares)” (Susruta Samhita, trad Sharma, 2004: p 224)

A Medicina Indiana explica que os Doshas são funções fisiológicas quando estão em equilíbrio mas tornam-se a raiz do adoecimento quando estão em desarmonia. O importante é nós entendermos esta visão da fisiologia e patologia dentro da racionalidade médica ayurvedica, os Doshas ou humores, estão sempre presentes no corpo físico (são formados pelos  cinco elementos) quando estes humores estão em um equilíbrio dinâmico eles cumprem as funções fisiológicas normais mas no momento que esta harmonia torna-se corrompida os Doshas promovem os distúrbios e as doenças. Apesar do Ayurveda colocar que os Doshas são físicos eles também possuem um efeito na mente pois toda alteração no corpo leva a um reflexo psico-emocional e todo distúrbio mental leva a uma ressonância na fisiologia. Vejamos as afirmações de Charaka, principal tratado de clínica médica ayurvédica, na tradução para a língua inglesa de Bhagawan Dash e R. K. Sharma:

“Os três doshas: Vata, Pitta e Kapha estão presentes no corpo de todas as criaturas. O médico deve tentar saber se eles estão em estado normal ou em condição mórbida. Quando Vata está seu estado normal, reflete-se na forma de entusiasmo, inspiração, expiração, movimentos, transformação metabólica normal dos tecidos e eliminação adequada de excreções. As ações de Pitta no seu estado normal são boa visão, boa digestão, temperatura normal, fome normal, sede, maciez corporal, brilho, felicidade e inteligência. Os efeitos de Kapha no seu estado normal são oleosidade, coesão, firmeza, peso, virilidade, força, paciência e ambição” (Charaka Samhita, trad Dash e Sharma, 2007: vol I, 346)

Existe uma interessante relação dos Doshas com os ciclos do ser humano:

Vata é predominante nos seguintes momentos:

  1. Final da vida: velhice (após os 60 anos)
  2. Final do dia: das 14:00 h. as 18:00 h.
  3. Final da noite: das 2:00 h as 6:00 h
  4. Final da digestão: ultimo estagio do processo digestório associado ao peristaltismo.
  5. Intestino (kostha): krura kostha (intestino preso com fezes secas) .

Pitta é predominante nos seguintes momentos:

  1. Meio da vida: idade adulta
  2. Meio do dia: 10:00 h as 14:00 h
  3. Meio da noite: 22:00 h. as 2:00 h.
  4. Meio da digestão: durante o processo digestório
  5. Intestino ( kostha): mrdu kostha (intestino solto)

 

Kapha é predominante nos seguintes momentos

  1. Inicio da vida: infância e adolescência
  2. Inicio do dia: 6:00 h. as 10:00 h.
  3. Inicio da noite: 18:00 h. as 22:0h.
  4. Inicio da digestão: começo do processo digestório com a lubrificação da comida
  5. Intestino (kostha): madhyama kostha ( intestino moderado; nem solto nem preso) (3)

O Ayurveda possui diversas ferramentas para nós fazermos a leitura dos desequilíbrios dos Doshas (leitura da desarmonia) e após este diagnóstico existe um sistema terapêutico, complexo e completo, que é utilizado, nesta racionalidade médica, de forma individualizada com o objetivo de trazer o Dosha patológico para o Dosha em ótima função fisiológica, o que se traduz em um bem estar físico e mental do ser humano.

Referências:

1. Svoboda, AyurvedaLife, Health and Longevity, p. 45. 1992

2.Vagbhata, Astanga Hrdayam, trad. Pisharodi, p. 53 a 59. 2016

3.Vagbhata, Astanga Hrdaya, trad. Vidyanath, p. 8 e 9.. 2013

Prof dr Aderson Moreira da Rocha, médico de família, reumatologista e acupunturista. Especialista em Ayurveda pela Asscociação Brasileira de Ayurveda e pós-graduado em Nutrologia pela Associação Brasileira de Nutrologia.