“A pessoa deve ter uma ocupação que não é

contraria ao Dharma. Desta maneira ela deve

dedicar-se a uma vida de paz e estudo. Deste

modo ela desfruta da felicidade.”

Charaka Samhita, Sutra Sthana

Os textos ayurvédicos Bhavaprakasa e Ksemakutuhalam, ambos do século XVI, descrevem o Sadacara, ou seja, a conduta virtuosa que todos nós devemos fazer esforços para seguir. Abaixo colocamos um resumo das principais afirmações destes tradicionais livros indianos:

  1. Ajudar os necessitados e miseráveis.
  2. Buscar a companhia de amigos e evitar aqueles que são prejudiciais.
  3. Não prejudicar os animais.
  4. Ajudar os outros com o pensamento positivo.
  5. A fala não deve ser prejudicial aos outros.
  6. Pessoas que vivem sozinhas não desfrutam da felicidade e do prazer da vida.
  7. Deve-se agir sem ódio e hostilidade aos outros.
  8. Os impulsos do corpo não devem ser reprimidos, como evacuar, urinar e aliviar flatos. Porem os impulsos da mente, como os desejos e emoções, devem ser controlados. Aqui o Ayurveda recomenda o desenvolvimento de autocontrole dentro de um estilo de vida saudável.
  9. Recomenda-se que a ocupação não vá contra os três objetivos: dharma (conduta correta ou virtude), artha (riqueza) e kama (desejo e prazer). A busca destes três objetivos deve acontecer sem conflitos mútuos. Deve-se ter uma vida fundamentada no Dharma (virtude ou conduta correta).
  10. Deve-se manter cabelos, unhas, bigode e barba cortados e vestir-se de forma limpa e adequada.
  11. Evita-se ficar muito tempo em pé ou sentado.
  12. Evita-se o excesso de bebida alcoólica.

Vagbhata, autor medieval, no seu Ashtanga Hrdaya  (coração dos 8 ramos) ensina a conduta para promoção da saúde:

  1. Aquele que segue as regras da dieta saudável e boa conduta.
  2. Realizando todas as atividades cuidadosamente após pensar duas vezes.
  3. Tendo controle sobre os sentidos.
  4. Tratando todos os seres com igualdade.
  5. Falando a verdade.
  6. Tendo paciência e perdoando os erros dos outros.
  7. Buscando a companhia dos sábios.

Esta pessoa estará livre do adoecimento

A afirmação de Vagbhata no seu “Coração dos 8 ramos” (Ashtanga Hrdaya) resume a conduta virtuosa ayurvédica: “Para a pessoa inteligente o mundo inteiro é seu professor…Compaixão para todos os seres, agir em sacrifício dos outros, controlar as atividades do corpo, as palavras e a mente, olhar o interesse dos outros como seu próprio (sem egoísmo), estas são regras da boa conduta. Aquele que constantemente pensa o que ele é, como está gastando seus dias e noites e adota apenas a conduta adequada não será vítima da tristeza”

Prof dr Aderson Moreira da Rocha, médico de família, reumatologista, especialista em acupuntura e em Ayurveda. Mestre e doutor em Saúde Coletiva pelo Instituto de Medicina Social da UERJ e diretor científico da Associação Brasileira de Ayurveda.

 

 

 

Últimos posts por Aderson Moreira da Rocha (exibir todos)